Sobre mim (um perfil caótico)

Em (eterna) construção.

Anúncios
  1. junho 27, 2012 12:57 am às 0:57

    Seu blog é impressionante .
    Sempre bom ler críticas sobre filmes que, geralmente, não chegam no cinema brasileiro. Leitora assídua.
    🙂

    • felipelahm
      junho 27, 2012 10:52 am às 10:52

      Valeu pela(s) visita(s), Luísa! 🙂

  2. Ana Luiza
    julho 20, 2012 11:17 am às 11:17

    Adorei. Estava meio na dúvida sobre deixar de almoçar para ver o “Without” … Sem almoço, portanto!
    Abraços.

    • felipelahm
      julho 20, 2012 9:54 pm às 21:54

      Legal! Meu favorito do Biff.

      🙂

  3. janeiro 9, 2014 5:59 pm às 17:59

    Mostra Lume Filmes – Inéditos Independentes Contemporâneos

    28 importantes produções da recente safra cinematográfica mundial em destaque de 10 de janeiro a 06 de fevereiro no Cine Brasília.

    Comédias, dramas, musicais, suspenses, policiais e documentários compõem um farto cardápio para o período de férias.

    A Mostra Lume Filmes – Inéditos Independentes Contemporâneos começa por Brasília, em 10 de janeiro de 2014, sua itinerância pelo país.

    A programação da Lume Filmes – uma das mais respeitadas distribuidoras brasileiras de cinema autoral – traz ao recém-restaurado Cine Brasília o que há de mais impactante em termos de produções nacionais e estrangeiras do chamado circuito alternativo, ou seja, produções que fogem ao padrão blockbuster dos grandes lançamentos.

    Entre 10 de janeiro e 06 de fevereiro o cinéfilo candango terá a chance de assistir, na grandiosa tela do cinema mais famoso da capital, produções de Brasil, EUA, Alemanha, Polônia, Noruega, Dinamarca, Uruguai, Venezuela, Canadá Turquia, Colômbia.

    São filmes de longa metragem que não entraram no circuito comercial de cinemas do DF, mas que o exigente espectador de Brasília e Entorno aguarda com ansiedade por saber tratar-se de uma mostra que dá destaque ao cinema autoral, reunindo trabalhos de diretores renomados e premiados em diversos festivais mundo afora.

    Caso do alemão Andreas Dresen que comparece com Parada em Pleno Percurso, produção alemã que ganhou o prêmio da mostra Um Certo Olhar no festival de Cannes do ano passado; de Super Nada, longa brasileiro dirigido por Rubens Rewald, premiado dentro e fora do Brasil, como nos Festivais de Gramado (RS): Melhor ator para Marat Descartes; do Rio/Mostra Novos Rumos – melhor filme e Prêmio especial do júri para Jair Rodrigues, em sua estreia no cinema. O filme esteve ainda no Cine Barranquilla, na Colômbia; em Mar Del Plata, no Uruguai; Pune, na Índia e Amiens, na França.

    Também entre os destaques está o drama polonês O Moinho e a Cruz, considerado uma obra prima do cinema universal, vencedor do prêmio de melhor direção no Polish Film Festival.

    Cada um dos títulos será exibido quatro vezes, alternando dias e horário das sessões. Essa foi a maneira que a curadoria da mostra encontrou para atender ao desejo do público nas sessões que melhor convier. Depois da temporada no Cine Brasília, a Mostra Lume Filmes – Inéditos Independentes Contemporâneos segue para Salvador, Goiânia, Rio de Janeiro, Anápolis, Vitória e Fortaleza.

    P R O G R A M A Ç Ã O

    JANEIRO 2014

    Sexta-feira (10.01)
    15h – Mãe e Filha (Brasil, 2011, drama, 80min, 12 anos), de Petrus Cariry
    17h – O caminho para o Nada, (Road to Nowhere, EUA, 2010, policial, 121mim, 12 anos), de Monte Hellman.

    19h – Tudo Ficará Bem (Alting Bliver Godt Igen),Dinamarca/Suécia/França, 2010, suspense, 90 min, 14 anos), de Christoffer Boe.

    21h – Planeta Solitário (The Loneliest Planet, Alemanha, 2011, suspense, 113 min.12 anos), de Julia Loktev.

    Sábado, (11.01)
    15h – Onde Borges Tudo Vê (Brasil, 2012, drama, 77 min. Classificação 18anos), de Taciano Valério.

    17h – O Batismo (Chrzest/The Christening, Polônia, 2010, drama, 86 min, 10 anos) de Marcin Wrona.

    19h – Oslo, 31 de agosto ( Oslo, August 31st, Noruega, 2011, drama, 95 min, 18 anos), de Joachim Trier.

    21h – Submarino (Submarino, Dinamarca/Suécia, 2010, drama, 105 min, 16 anos), de Thomas Vinterberg.

    Domingo, (12.01)
    15h – O Que Se Move (Brasil, 2013, musical, 97 min. 12 anos), de Caetano Gotardo.

    17h – Hiroshima: um musical silencioso (Hiroshima, Uruguai/Espanha, 2009, musical, 80 min, 14 anos), de Pablo Stoll.

    19h – Tudo Que Eu Amo (Wszystko, Co Kocham / All that I Love, Polônia 2009, musical 95 min, 18 anos), de Jacek Borcuch.

    21h – Hermanos (Hermanos, Venezuela, 2010, drama, 97 min, 16 anos), de Marcel Rasquin.

    Segunda-feira, (13.01)
    15h – Tokiori: dobras do tempo (Brasil, 2011, documentário, 106 min, classificação livre), de Paulo Pastorelo.

    17h – O Vendedor (Le Vendeur, Canadá, 2011, drama, 107 min, classificação livre), de Sébastien Pilote.

    19h – Branco como a Neve ( Kar Beyaz, Turquia, 2010, drama, 77 min, 10 anos), de Selim Gunes.

    21h – Parada em Pleno Percurso (Halt Auf Freier Strecke, Alemanha, 2011, drama, 12 anos), de Andreas Dresen.

    Terça-feira, (14.01)
    15h – Super Nada (Brasil, 2012, comédia, 94 min, 12 anos), de Rubens Rewald.

    17h – Apenas entre Nós (Neka Ostane Medju Nama / Just between us, Servia/ Croacia/ Eslovênia, 2010, comédia, 89 min, 18 anos), de Rajko Grlic.

    19h – Karen Chora no Ônibus (Karen llora Em El Bus, Colômbia, 2011, drama, 98 min, 14 anos) de Gabriel Rojas Vera, Drama.
    21h – Triangulo Amoroso (3/ three, Alemanha, 2010, drama, 119 min, 14 anos), de Tom Tykwer.

    Quarta-feira, (15.01)
    15h – Ibitipoca, droba pra lá (Brasil, 2012, documentário, 71 min, classificação livre), de Filipe Scaldini.

    17h – O Moinho e a Cruz (O Mylos kal e stavros/ The Mill and the Cross, Polônia, 2011, drama, 92 min, 12 anos), de Lech Majewski

    19h – Anistia (Amnistia, Albânia, França, Grécia, 2011, drama, 83 min, 16 anos), de Bujar Alimani.

    21h – Lola (Lola, França/Filipinas, 2009, drama, 110 min, 14 anos), de Brillante Mendoza.

    Quinta-feira, (16.01)
    15h – O Exercício do Caos (Brasil, 2013, drama, 71 min, 14 anos), de Frederico Machado.

    17h – Oliver Sherman: uma vida em conflito (Oliver Sherman, EUA, 2010, suspense, 82 min, 14 anos), de Ryan Redford.

    19h – Azul Profundo (Apnea, Grécia, 2010, suspense, 87 min, 14 anos), de Aris Bafalokas.

    21h – Sementes da Vida (Daca Bobul nu Moare, Áustria/Servia/Romênia, 2010, drama, 115 min, classificação livre), de Sinisa Dragin.

    Sexta-feira, (17.01)
    15h – Planeta Solitário (The Loneliest Planet, Alemanha, 2011, suspense, 113 min.), de Julia Loktev.

    17h – Mãe e Filha (Brasil, 2011, drama, 80min, 12 anos), de Petrus Cariry.
    19h – O caminho para o Nada, (Road to Nowhere, EUA, 2010, policial, 121mim, 12 anos), de Monte Hellman.

    21h – Tudo Ficará Bem (Alting Bliver Godt Igen), Dinamarca/Suécia/França, 2010, suspense, 90 min, 14 anos), de Christoffer Boe.

    Sábado, (18.01)
    15h – Submarino (Submarino, Dinamarca/Suécia,2010, drama, 105 min, 16 anos), de Thomas Vinterberg.

    17h – Onde Borges Tudo Vê (Brasil, 2012, drama, 77 min. Classificação 18anos), de Taciano Valério

    19h – O Batismo (Chrzest/The Christening, Polônia, 2010, drama, 86 min, 10 anos) de Marcin Wrona.

    21h – Oslo, 31 de agosto ( Oslo, August 31st, Noruega, 2011, drama, 95 min, 18 anos), de Joachim Trier.

    Domingo, (19.01)
    15h – Hermanos (Hermanos, Venezuela, 2010, drama, 97 min, 16 anos), de Marcel Rasquin.

    17h – O Que Se Move (Brasil, 2013, musical, 97 min. 12 anos), de Caetano Gotardo.

    19h – Hiroshima: um musical silencioso (Hiroshima, Uruguai/Espanha, 2009, musical, 80 min, 14 anos), de Pablo Stoll.

    21h – Tudo Que Eu Amo (Wszystko, Co Kocham / All that I Love, Polonia 2009, musical 95 min, 18 anos), de Jacek Borcuch.

    Segunda-feira, (20.01)
    15h – Parada em Pleno Percurso (Halt Auf Freier Strecke, Alemanha, 2011, drama, 12 anos), de Andreas Dresen.

    17h – Tokiori: dobras do tempo (Brasil, 2011, documentário, 106 min, classificação livre), de Paulo Pastorelo.

    19h – O Vendedor (Le Vendeur, Canadá, 2011, drama, 107 min, classificação livre), de Sébastien Pilote.

    21h – Branco como a Neve (Kar Beyaz, Turquia, 2010, drama, 77 min, 10 anos), de Selim Gunes.

    Terça-feira, (21.01)
    15h – Triangulo Amoroso (3/ three, Alemanha, 2010, drama, 119 min, 14 anos), de Tom Tykwer.

    17h – Super Nada (Brasil, 2012, comédia, 94 min, 12 anos), de Rubens Rewald.

    19h – Apenas entre Nós (Neka Ostane Medju Nama / Just between us, Servia/ Croacia/ Eslovênia, 2010, comédia, 89 min, 18 anos), de Rajko Grlic.

    21h – Karen Chora no Ônibus (Karen llora Em El Bus, Colômbia, 2011, drama, 98 min, 14 anos) de Gabriel Rojas Vera, Drama.

    Quarta-feira, (22.01)
    15h – Lola (Lola, França/Filipinas, 2009, drama, 110 min, 14 anos), de Brillante Mendoza.

    17h – Ibitipoca, droba pra lá (Brasil, 2012, documentário, 71 min, classificação livre), de Filipe Scaldini.

    19h – O Moinho e a Cruz (O Mylos kal e stavros/ The Mill and the Cross, Polonia, 2011, drama, 92 min, 12 anos), de Lech Majewski

    21h – Anistia (Amnistia, Albânia, França, Grécia, 2011, drama, 83 min, 16 anos), de Bujar Alimani.

    Quinta feira, (23.01)
    15h – Sementes da Vida (Daca Bobul nu Moare, Áustria/Servia/Romênia, 2010, drama, 115 min, classificação livre), de Sinisa Dragin.

    17h – O Exercício do Caos (Brasil, 2013, drama, 71 min, 14 anos), de Frederico Machado.

    19h – Oliver Sherman: uma vida em conflito (Oliver Sherman, EUA, 2010, suspense, 82 min, 14 anos), de Ryan Redford.

    21h – Azul Profundo (Apnea, Grécia, 2010, suspense, 87 min, 14 anos), de Aris Bafalokas.

    Sexta-feira, (24.01)
    15h – Tudo Ficará Bem (Alting Bliver Godt Igen), inamarca/Suécia/França, 2010, suspense, 90 min, 14 anos), de Christoffer Boe.

    17h – Planeta Solitário (The Loneliest Planet, Alemanha, 2011, suspense, 113 min.), de Julia Loktev.

    19h – Mãe e Filha (Brasil, 2011, drama, 80min, 12 anos), de Petrus Cariry
    21h – O caminho para o Nada, (Road to Nowhere, EUA, 2010, policial, 121mim, 12 anos), de Monte Hellman.

    Sábado, (25.01)
    15h – Oslo, 31 de agosto (Oslo, August 31st, Noruega, 2011, drama, 95 min, 18 anos), de Joachim Trier.

    17h – Submarino (Submarino, Dinamarca/Suécia, 2010, drama, 105 min, 16 anos), de Thomas Vinterberg.

    19h – Onde Borges Tudo Vê (Brasil, 2012, drama, 77 min. Classificação 18anos), de Taciano Valério.

    21h – O Batismo (Chrzest/The Christening, Polônia, 2010, drama, 86 min, 10 anos) de Marcin Wrona.

    Domingo, (26.01)
    15h – Tudo Que Eu Amo (Wszystko, Co Kocham / All that I Love, Polonia 2009, musical 95 min, 18 anos), de Jacek Borcuch.

    17h – Hermanos (Hermanos, Venezuela, 2010, drama, 97 min, 16 anos), de Marcel Rasquin.

    19h – O Que Se Move (Brasil, 2013, musical, 97 min. 12 anos), de Caetano Gotardo.

    21h – Hiroshima: um musical silencioso (Hiroshima, Uruguai/Espanha, 2009, musical, 80 min, 14 anos), de Pablo Stoll.

    Segunda, (27.01)
    15h – Branco como a Neve ( Kar Beyaz, Turquia, 2010, drama, 77 min, 10 anos), de Selim Gunes.

    17h – Parada em Pleno Percurso (Halt Auf Freier Strecke, Alemanha, 2011, drama, 12 anos), de Andreas Dresen.

    19h – Tokiori: dobras do tempo (Brasil, 2011, documentário, 106 min, classificação livre), de Paulo Pastorelo.

    21h – O Vendedor (Le Vendeur, Canadá, 2011, drama, 107 min, classificação livre), de Sébastien Pilote.

    Terça-feira, (28.01)
    15h – Karen Chora no Ônibus (Karen llora Em El Bus, Colômbia, 2011, drama, 98 min, 14 anos) de Gabriel Rojas Vera, Drama.

    17h – Triangulo Amoroso (3/ three, Alemanha, 2010, drama, 119 min, 14 anos), de Tom Tykwer.

    19h – Super Nada (Brasil, 2012, comédia, 94 min, 12 anos), de Rubens Rewald.

    21h – Apenas entre Nós (Neka Ostane Medju Nama / Just between us, Servia/ Croacia/ Eslovênia, 2010, comédia, 89 min, 18 anos), de Rajko Grlic.

    Quarta-feira, (29.01)
    15h – Anistia (Amnistia, Albânia, França, Grécia, 2011, drama, 83 min, 16 anos), de Bujar Alimani.

    17h – Lola (Lola, França/Filipinas, 2009, drama, 110 min, 14 anos), de Brillante Mendoza.

    19h – Ibitipoca, droba pra lá (Brasil, 2012, documentário, 71 min, classificação livre), de Filipe Scaldini.

    21h – O Moinho e a Cruz (O Mylos kal e stavros/ The Mill and the Cross, Polonia, 2011, drama, 92 min, 12 anos), de Lech Majewski

    Quinta-feira, (30.01)
    15h – Azul Profundo (Apnea, Grécia, 2010, suspense, 87 min, 14 anos), de Aris Bafalokas.

    17h – Sementes da Vida (Daca Bobul nu Moare, Áustria/Servia/Romênia, 2010, drama, 115 min, classificação livre), de Sinisa Dragin.

    19h – O Exercício do Caos (Brasil, 2013, drama, 71 min, 14 anos), de Frederico Machado.

    21h – Oliver Sherman: uma vida em conflito (Oliver Sherman, EUA, 2010, suspense, 82 min, 14 anos), de Ryan Redford.

    Sexta-feira, (31.01)
    15h – O caminho para o Nada, (Road to Nowhere, EUA, 2010, policial, 121mim, 12 anos), de Monte Hellman.

    17h – Tudo Ficará Bem (Alting Bliver Godt Igen), inamarca/Suécia/França, 2010, suspense, 90 min, 14 anos), de Christoffer Boe.

    19h – Planeta Solitário (The Loneliest Planet, Alemanha, 2011, suspense, 113 min.), de Julia Loktev.

    21h – Mãe e Filha (Brasil, 2011, drama, 80min, 12 anos), de Petrus Cariry.

    Fevereiro
    Sábado, (01.02)
    15h – O Batismo (Chrzest/The Christening, Polônia, 2010, drama, 86 min, 10 anos) de Marcin Wrona.

    17h – Oslo, 31 de agosto (Oslo, August 31st, Noruega, 2011, drama, 95 min, 18 anos), de Joachim Trier.

    19h – Submarino (Submarino, Dinamarca/Suécia,2010, drama, 105 min, 16 anos), de Thomas Vinterberg.

    21h – Onde Borges Tudo Vê (Brasil, 2012, drama, 77 min. Classificação 18anos), de Taciano Valério.

    Domingo, (02.02)
    15h – Hiroshima: um musical silencioso (Hiroshima, Uruguai/Espanha, 2009, musical, 80 min, 14 anos), de Pablo Stoll.

    17h – Tudo Que Eu Amo (Wszystko, Co Kocham / All that I Love, Polonia 2009, musical 95 min, 18 anos), de Jacek Borcuch.

    19h – Hermanos (Hermanos, Venezuela, 2010, drama, 97 min, 16 anos), de Marcel Rasquin.

    21h – O Que Se Move (Brasil, 2013, musical, 97 min. 12 anos), de Caetano Gotardo.

    SEGUNDA-FEIRA, (03.02)
    15h – O Vendedor ( Le Vendeur, Canadá, 2011, drama, 107 min, classificação livre), de Sébastien Pilote.

    17h – Branco como a Neve ( Kar Beyaz, Turquia, 2010, drama, 77 min, 10 anos), de Selim Gunes.

    19h – Parada em Pleno Percurso (Halt Auf Freier Strecke, Alemanha, 2011, drama, 12 anos), de Andreas Dresen.

    21h – Tokiori: dobras do tempo (Brasil, 2011, documentário, 106 min, classificação livre), de Paulo Pastorelo.

    Terça-feira, (04.02)
    15h – Apenas entre Nós (Neka Ostane Medju Nama / Just between us, Servia/ Croacia/ Eslovênia, 2010, comédia, 89 min, 18 anos), de Rajko Grlic.

    17h – Karen Chora no Ônibus (Karen llora Em El Bus, Colômbia, 2011, drama, 98 min, 14 anos) de Gabriel Rojas Vera, Drama.

    19h – Triangulo Amoroso (3/ three, Alemanha, 2010, drama, 119 min, 14 anos), de Tom Tykwer.

    21h – Super Nada (Brasil, 2012, comédia, 94 min, 12 anos), de Rubens Rewald.

    Quarta-feira (05.02)
    15h – O Moinho e a Cruz (O Mylos kal e stavros/ The Mill and the Cross, Polonia, 2011, drama, 92 min, 12 anos), de Lech Majewski

    17h – Anistia (Amnistia, Albânia, França, Grécia, 2011, drama, 83 min, 16 anos), de Bujar Alimani.

    19h – Lola (Lola, França/Filipinas, 2009, drama, 110 min, 14 anos), de Brillante Mendoza.

    21h – Ibitipoca, droba pra lá (Brasil, 2012, documentário, 71 min, classificação livre), de Filipe Scaldini.

    Quinta-feira, (06.02)
    15h – Oliver Sherman: uma vida em conflito (Oliver Sherman, EUA, 2010, suspense, 82 min, 14 anos), de Ryan Redford.

    17h – Azul Profundo (Apnea, Grécia, 2010, suspense, 87 min, 14 anos), de Aris Bafalokas.

    19h – Sementes da Vida (Daca Bobul nu Moare, Áustria/Servia/Romênia, 2010, drama, 115 min, classificação livre), de Sinisa Dragin.

    21h – O Exercício do Caos (Brasil, 2013, drama, 71 min, 14 anos), de Frederico Machado.

    Sinopses

    Mãe e Filha (Brasil, 2011, drama, 80min, classificação 12 anos) Direção: Petrus Cariry,
    Após muitos anos sem se ver, Fátima resolve visitar a mãe, que vive no interior do sertão nordestino. Junto ela leva seu filho natimorto, em uma tentativa de seguir um ritual fúnebre. Só que sua mãe tem dificuldades em enfrentar o fim das coisas, seja a morte do neto ou o marido que jamais voltou.
    DATAS/HORÁRIOS: 10/01 (15h) – 17/01 (17h) – 24/01 (19h) – 31/01 (21h)

    Caminho para o Nada (Road to Nowhere, EUA, 2010, policial, 121mim, classificação 12 anos.) Direção: Monte Hellman.
    Tygh Runyan é um jovem cineasta que resolve rodar um filme baseado na história de um crime real, ocorrido no interior dos Estados Unidos, onde um político e sua amante aparentam ter cometido suicídio. Para interpretar a amante é contratada uma mulher misteriosa, bastante parecida com a pessoa na qual sua personagem é inspirada. Aos poucos Tygh é envolvido cada vez mais pelo ocorrido, desenvolvendo uma obsessão pelo caso e por sua protagonista.
    DATAS/HORÁRIOS: 10/01 (17h) – 17/01 (19h) – 24/01 (21h) – 31/01 (15h)

    Tudo Ficará Bem (Alting Bliver Godt Igen, Dinamarca/Suécia/França, 2010, suspense, 90 min, classificação 14 anos) Direção: Christoffer Boe.
    Jacob Falk é um roteirista obcecado por suas próprias histórias. Ele passa a desconfiar de uma conspiração política quando encontra fotos de prisioneiros de guerra sendo torturados por soldados dinamarqueses. Decidido a desvendar o mistério por trás das fotos, ele resolve ir fundo em uma investigação própria.
    DATAS/HORÁRIOS: 10/01 (19h) – 17/01 (21h) – 24/01 (15h) – 31/01 (17h)

    Planeta Solitário (The Loneliest Planet, Alemanha, 2011, suspense, 113 min., classificação 14 anos) Direção: Julia Loktev
    Alex e Nica formam um jovem casal apaixonado. Eles pretendem se casar, e alguns meses antes da cerimônia os dois fazem uma viagem pelas montanhas, com a ajuda de um guia. Mas eles se nvolvem em um acidente violento com três moradores locais, transformando completamente a relação entre os dois.
    DATAS/HORÁRIOS: 10/01 (21h) – 17/01 (15h) – 24/01 (17h) – 31/01 (19h)

    Onde Borges Tudo Vê (Brasil, 2012, drama, 77 min. Classificação 18anos), de Taciano Valério
    Em Campina Grande, na Paraíba, um hamster chamado de Borges, em
    homenagem ao escritor argentino Jorge Luis Borges, vive com seu dono, Napoleão, que é cego e depende de desconhecidos para viver. Alguns deles são Yara, moça que faz a limpeza da casa e Romão, garoto que faz pequenos serviços.
    DATAS/HORÁRIOS: 11/01 (15h) – 18/01 (17h) – 25/01 (19h) – 01/02 (21h)

    O Batismo (Chrzest/The Christening, Polônia, 2010, drama, 86 min, 10 anos) de Marcin Wrona.
    Varsóvia, Polônia. Após deixar o mundo do crime, Michal consegue recomeçar do zero e levar uma vida honesta. Ele é casado com a bela Magda, acabou de ser pai e agora cuida dos negócios de sua própria empresa. Porém, Michal se vê assombrado por seu passado clandestino. A máfia o jurou de morte às vésperas do batizado de seu filho e ele terá de se proteger antes que seja tarde demais.
    DATAS/HORÁRIOS: 11/01 (17h) – 18/01 (19h) – 25/01 (21h) – 01/02 (15h)

    Oslo, 31 de agosto ( Oslo, August 31st, Noruega, 2011, drama, 95 min, 18 anos), de Joachim Trier.
    Anders está se recuperando do vício em drogas numa clínica de reabilitação em Oslo. No dia 30 de agosto ele ganha a permissão para sair da casa de tratamento, visitar seu amigo Thomas e ir a uma entrevista de emprego no centro da cidade. Durante seu dia e noite na cidade, Anders será confrontado com seus erros do passado e irá refletir sobre sua própria existência.
    DATAS/HORÁRIOS: 11/01 (19h) – 18/01 (21h) – 25/01 (15h) – 01/02 (17h)

    Submarino (Submarino, Dinamarca/Suécia,2010, drama, 105 min, 16 anos), de Thomas Vinterberg.
    Nick e o irmão, que não tem nome definido, cuidavam com frequência do irmão caçula quando eram crianças, já que a mãe deles vivia bêbada. A morte do bebê faz com que os irmãos sintam-se culpados pelo ocorrido, marcando suas vidas para sempre. Anos depois, eles se reencontram já adultos no velório da mãe. Nick esteve preso por roubo, mas está tentando colocar sua vida em ordem. Já o irmão é viciado em heroína e teve um filho. Para garantir o futuro da criança, ele resolve se tornar traficante de drogas.
    DATAS/HORÁRIOS: 11/01 (21h) – 18/01 (15h) – 25/01 (17h) – 01/02 (19h)

    O Que Se Move (Brasil, 2013, musical, 97 min. 12 anos), de Caetano Gotardo.
    Três famílias distintas estão tendo que lidar com a chegada – ou perda – de um filho, fato que causa uma mudança muito significante em suas rotinas. Cada núcleo irá lidar com as dores e alegrias à sua própria maneira, mas o amor sempre irá falar mais alto através da figura da mãe, mesmo que isso se expresse nas pequenas coisas do dia-a-dia.
    DATAS/HORÁRIOS: 12/01 (15h) – 19/01 (17h) – 26/01 (19h) – 02/02 (21h)

    Hiroshima: um musical silencioso (Hiroshima, Uruguai/Espanha, 2009, musical, 80 min, 14 anos), de Pablo Stoll.
    Juan trabalha numa padaria e quando chega a casa, seus pais deixam uma série de tarefas para ele, que são cumpridas antes dele sair ao encontro da namorada e dos amigos. Mas ele toca numa banda de rock e é no palco que o jovem caladão se diverte.
    DATAS/HORÁRIOS: 12/01 (17h) – 19/01 (19h) – 26/01 (21h) – 02/02 (15h)

    Tudo Que Eu Amo (Wszystko, Co Kocham / All that I Love, Polonia 2009, musical 95 min, 18 anos), de Jacek Borcuch.
    Os rumores de uma revolução na Polônia crescem como uma bola de neve. O ano é 1981. O movimento Solidariedade começa a ganhar força e o povo, insatisfeito, está cada vez mais disposto a criticar o regime comunista. O adolescente Janek, filho rebelde de um policial militar, é o vocalista de uma banda de punk rock local. O jovem se apaixona por Basia, filha de um ativista político simpático ao movimento Solidariedade. Os dois se envolvem amorosamente, compartilham experiências e, é claro, discutem política. Mas Basia fica furiosa quando as autoridades militares prendem seu pai e culpa Janek pelo incidente.
    DATAS/HORÁRIOS: 12/01 (19h) – 19/01 (21h) – 26/01 (15h) – 02/02 (17h)

    Hermanos (Hermanos, Venezuela, 2010, drama, 97 min, 16 anos), de Marcel Rasquin.
    Daniel e Julio foram criados como irmãos e costumam jogar no time da favela onde moram, o Barrio La Ceniza. A oportunidade de sair da pobreza chega quando um olheiro os convida para fazer um teste para o melhor time da cidade, o Caracas Futebol Clube. No caminho sujo do futebol eles devem escolher o que é mais importante: a família, a vingança ou o sonho de suas vidas.
    DATAS/HORÁRIOS: 12/01 (21h) – 19/01 (15h) – 26/01 (17h) – 02/02 (19h)

    Tokiori: dobras do tempo (Brasil, 2011, documentário, 106 min, classificação livre), de Paulo Pastorelo.
    Os destinos de seis famílias de imigrantes japoneses se cruzaram, entre 1927 e 1934, no bairro rural de Graminha, a 45 km de Marília (SP). O filme segue o percurso das memórias de três gerações dessas famílias, criando um mosaico de diferentes vivências. Projeta ainda contribuições desta comunidade dentro da realidade paulista e brasileira.
    DATAS/HORÁRIOS: 13/01 (15h) – 20/01 (17h) – 27/01 (19h) – 03/02 (21h)

    O Vendedor ( Le Vendeur, Canadá, 2011, drama, 107 min, classificação livre), de Sébastien Pilote.
    Marcel Lévesque tem 67 anos, trabalha como vendedor de carros e sua rotina é a esperada para alguém cujo futuro mais próximo é a aposentadoria. Dedicado ao trabalho e também à família, sua filha Maryse e seu neto Antoine, ele sempre foi um grande campeão, superando a todos no quadro de vendas do mês. Mas o fechamento da fábrica de papel na pequena cidade Lac Saint-Jean, em Quebéc, acaba provocando uma revolução no local, interferindo diretamente na vida de todos os moradores, fazendo com que alguns valores necessitem ser revistos.
    DATAS/HORÁRIOS: 13/01 (17h) – 20/01 (19h) – 27/01 (21h) – 03/02 (15h)

    Branco como a Neve ( Kar Beyaz, Turquia, 2010, drama, 77 min, 10 anos), de Selim Gunes.
    Nas montanhas da Turquia, Hasan, de nove anos, cuida de seus dois irmãos mais novos enquanto sua mãe trabalha diariamente numa cidade distante. Com seu pai preso e a família passando por dificuldades, ele ajuda na renda vendendo bebida para viajantes que passam pela região. Em um dia de inverno, sob forte neve, Hasan faz uma longa viagem até uma casa de chá para tentar vender bebidas, mas na volta, faminto e exausto, acaba se perdendo nas florestas.
    DATAS/HORÁRIOS: 13/01 (19h) – 20/01 (21h) – 27/01 (15h) – 03/02 (17h)

    Parada em Pleno Percurso (Halt Auf Freier Strecke, Alemanha, 2011, drama, 12 anos), de Andreas Dresen.
    Um homem de 44 anos que vive com sua esposa e seus dois filhos descobre que está com um câncer terminal. Frank Lange começa então a fazer diversos tratamentos que acabam com ele, e uma hora, ele já não pode mais sair de casa. Já nesse estado mais avançado da doença, ele começa a ter alucinações por causa do tumor, perda de memória e de orientação, e deixa para trás até mesmo o controle das suas funções básicas do corpo. Sua família está cada vez mais sobrecarregada, e ele luta contra as dores fortes com altas doses de morfina. Ao fim, ele perde sua personalidade e também sua fala.
    DATAS/HORÁRIOS: 13/01 (21h) – 20/01 (15h) – 27/01 (17h) – 03/02 (19h)

    Super Nada (Brasil, 2012, comédia, 94 min, 12 anos), de Rubens Rewald. São Paulo. Guto é um artista de rua e aspirante a ator que sonha em um dia ser reconhecido pelo seu trabalho. Dedicado, ele pratica, se prepara e participa de todas as audições que pode, na espera que um dia a sorte chegue. Ele admira Zeca, um comediante que trabalha na TV e é idolatrado por muita gente, apesar de estar com a carreira decadente. Os dois se encontram quando Guto é convidado para uma audição no programa, mas o relacionamento com o ídolo não é bem como Guto esperava.
    DATAS/HORÁRIOS: 14/01 (15h) – 21/01 (17h) – 28/01 (19h) – 04/02 (21h)

    Apenas entre Nós (Neka Ostane Medju Nama / Just between us, Servia/ Croacia/ Eslovênia, 2010, comédia, 89 min, 18 anos), de Rajko Grlic.
    Esta é uma comédia contemporânea sobre a família no Zagreb, com suas hipocrisias, seus desejos sexuais e suas mentiras. A história se concentra em dois irmãos, suas esposas e suas amantes, além das crianças que sequer sabem quem são seus pais biológicos. Estas histórias paralelas e secretas criam uma fábula sobre a busca pelo amor e pela felicidade… nas camas alheias.
    DATAS/HORÁRIOS: 14/01 (17h) – 21/01 (19h) – 28/01 (21h) – 04/02 (15h)

    Karen Chora no Ônibus (Karen llora Em El Bus, Colômbia, 2011, drama, 98 min, 14 anos) de Gabriel Rojas Vera, Drama.
    Após dez anos de casamento, Karen se dá conta de que a união foi um erro que custou sua juventude. Disposta a recuperar o tempo perdido, ela pede o divórcio e decide começar uma nova vida no centro de Bogotá, mas as dificuldades logo a fazem repensar suas recentes escolhas.
    DATAS/HORÁRIOS: 14/01 (19h) – 21/01 (21h) – 28/01 (15h) – 04/02 (17h)

    Triangulo Amoroso (3/ three, Alemanha, 2010, drama, 119 min, 14 anos), de Tom Tykwer.
    Hanna e Simon são casados e têm em torno de 40 anos. Ela é apresentadora de um programa de entrevistas na TV, enquanto que ele é engenheiro. Apesar de viverem bem, Hanna e Simon fantasiam aventuras com outras pessoas. Quando Hanna conhece Adam, um cientista que trabalha com genética, ela logo se sente atraída. Não demora muito para que iniciem um caso. Paralelamente Simon precisa lidar com a morte da mãe e a notícia de que está com câncer no testículo. Após passar por uma cirurgia, Simon vai a uma piscina pública e lá conhece Adam. Pela primeira vez na vida ele se sente atraído por um homem.
    DATAS/HORÁRIOS: 14/01 (21h) – 21/01 (15h) – 28/01 (17h) – 04/02 (19h)

    Ibitipoca, droba pra lá (Brasil, 2012, documentário, 71 min, classificação livre), de Filipe Scaldini.
    As comunidades que envolvem a Serra de Ibitipoca, situada na cidade de Lima Duarte, em Minas Gerais, compõem uma grande riqueza cultural e vem transformando-se. Entrevistados, os moradores da região demonstram como suas histórias familiares ajudam a construir uma identidade singular para a população nativa.
    DATAS/HORÁRIOS: 15/01 (15h) – 22/01 (17h) – 29/01 (19h) – 05/02 (21h)

    O Moinho e a Cruz (O Mylos kal e stavros/ The Mill and the Cross, Polonia, 2011, drama, 92 min, 12 anos), de Lech Majewski.
    O filme propõe uma recriação inédita e em movimento do quadro “A Procissão para o Calvário” (1564), de Pieter Bruegel, que narra a Paixão de Cristo durante a ocupação espanhola. A história alterna a construção do quadro, narrada por Bruegel, o sofrimento de Jesus, comentado por Maria, e a vida típica dos camponeses que compunham esta sociedade do século XVI.
    DATAS/HORÁRIOS: 15/01 (17h) – 22/01 (19h) – 29/01 (21h) – 05/02 (15h)

    Anistia (Amnistia, Albânia, França, Grécia, 2011, drama, 83 min, 16 anos), de Bujar Alimani.
    O governo da Albânia recém publicou uma lei permitindo aos prisioneiros casados de encontrarem suas companheiras em visita íntima uma vez por mês. Elsa vai então à data precisa a Tirana, para reencontrar seu marido preso por conta de alugueis não pagos. Sheptim também vai encontrar a esposa, presa por falsidade ideológica. Uma história de abandono começa então entre esses dois solitários.
    DATAS/HORÁRIOS: 15/01 (19h) – 22/01 (21h) – 29/01 (15h) – 05/02 (17h)

    Lola (Lola, França/Filipinas, 2009, drama, 110 min, 14 anos), de Brillante Mendoza.
    Filipinas. O neto de Sepa foi assassinado por Mateo, neto de Puring (Rustica Carpio), que está preso aguardando julgamento. O crime faz com que as duas avós se encontrem no tribunal, cada uma defendendo seu lado. Enquanto Sepa deseja que Mateo cumpra pena na prisão, Puring deseja encontrar um meio de salvar o neto. Para tanto se vê a disposta a fazer um acordo com Sepa, para que ela retire a acusação contra Mateo.
    DATAS/HORÁRIOS: 15/01 (21h) – 22/01 (15h) – 29/01 (17h) – 05/02 (19h)

    O Exercício do Caos (Brasil, 2013, drama, 71 min, 14 anos), de Frederico Machado.
    Um pai autoritário vive com suas três filhas adolescentes em uma fazenda afastada, no interior do Maranhão. As meninas sofrem com a ausência da mãe, supostamente desaparecida, e ao mesmo tempo precisam lidar com a exploração de um capataz, que se aproveita da sua inocência e fragilidade.
    DATAS/HORÁRIOS: 16/01 (15h) – 23/01 (17h) – 30/01 (19h) – 06/02 (21h)

    Oliver Sherman: uma vida em conflito (Oliver Sherman, EUA, 2010, suspense, 82 min, 14 anos), de Ryan Redford.
    A história gira em torno de Sherman Oliver, um militar veterano que se sente sozinho e desconectado do mundo. Determinado dia, ele decide iniciar a procura pelo soldado que salvou sua vida durante a guerra, Franklin. Eles não se viam
    desde então. Agora, Franklin vive em uma pacata cidade rural, casado, com dois filhos e com um emprego seguro. Escrito e dirigido por Ryan Redford.
    DATAS/HORÁRIOS: 16/01 (17h) – 23/01 (19h) – 30/01 (21h) – 06/02 (15h)

    Azul Profundo (Apnea, Grécia, 2010, suspense, 87 min, 14 anos), de Aris Bafalokas.
    Dimitri é um nadador profissional, que está prestes a assinar um importante contrato com um patrocinador. Ele dedica a vida aos treinos, até um dia conhecer a militante ambiental Elsa, que deseja melhorar sua capacidade respiratória. Logo Dimitri passa a lhe dar aulas e não demora muito para que eles engatem o namoro. Entretanto, um ano depois eles enfrentam problemas no relacionamento devido à dedicação dela às atividades de proteção ambiental, mesmo que para tanto passe por cima de sua própria saúde.
    DATAS/HORÁRIOS: 16/01 (19h) – 23/01 (21h) – 30/01 (15h) – 06/02 (17h)

    Sementes da Vida (Daca Bobul nu Moare, Áustria/Servia/Romênia, 2010, drama, 115 min, classificação livre), de Sinisa Dragin.
    Vivendo dramas distintos, dois pais se conhecem por acaso no Rio Danúbio, que corta diversas capitais europeias. Um é romeno e está à procura de sua filha, que foi forçada a se prostituir em Kosovo. O outro pai é um sérvio que deseja encontrar o corpo de seu filho, morto em um acidente de carro na Romênia. Eles viajam pelo rio com um condutor de barcas que conta a história de uma lendária travessia que ocorreu há mais de 200 anos.
    DATAS/HORÁRIOS: 16/01 (21h) – 23/01 (15h) – 30/01 (17h) – 06/02 (19h)

    Mais Informações
    Norlan Silva
    (61) 8525-9766 (oi)
    (61) 8341-2558 (tim)
    (61) 9979-2763 (vivo)
    (61) 9188-0791 (claro)
    norlan.cine@gmail.com

    Serviço
    O que: Mostra Lume Filmes – Inéditos Independentes Contemporâneos
    Data: de 10.01.2014 a 06.02.2014
    Onde: Cine Brasília EQS 106/107 Sul.
    Sessões: 15h, 17h, 19h e 21h
    Ingressos: R$ 12,00 (inteira) R$ 6,00 (meia-entrada para estudantes e maiores de 60 anos)

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: