Início > Ficção > Manhã de domingo

Manhã de domingo

fevereiro 21, 2011 12:19 am Deixe um comentário Go to comments

No peito, o aperto desesperado da noite anterior deu lugar a um calor suave. O formigamento que lhe tomara braços e pernas e terminara num arrepio aterrorizante atrás da nuca parou; e cedeu espaço para um estremecimento de felicidade e espasmos musculares insuportáveis. O incômodo estomacal que provocara reclamações e xingamentos foi extirpado. Agora, sentia-se saudável e com um apetite imenso. O suor que deixara a testa encharcada evaporara. As mãos, antes atônitas, uma atacando a outra, fuçando unha por unha e atacando os cantos dos dedos, estavam emparelhadas, pacíficas, como irmãs que finalmente resolveram suas diferenças.

Na noite de sábado, estava louco. Uma paixão caótica. Na manhã de domingo, acordou calmo. Uma paixão esperançosa.

Anúncios
Categorias:Ficção
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: